Notícias

FATO RELEVANTE

O BIOTOSCANA INVESTMENTS S.A. ("Companhia" ou "GBT") (B3: GBIO33), um dos maiores grupos biofarmacêuticos da América Latina, anuncia aos seus acionistas e ao mercado em geral que o prazo do contrato de licenciamento com a Actelion encerra no dia 28 de maio de 2018 e, até o momento, esse contrato não foi renovado.

O contrato original com a Actelion (depois adquirida por Johnson & Johnson) foi assinado em 2007 e compreende a comercialização de quatro produtos: OPSUMIT, TRACLEER, ZAVESCA e VELETRI. Juntos, esses produtos representaram cerca de (i) 15% da margem bruta para o exercício fiscal encerrado em 2016, (ii) 15% da margem bruta para o período de doze meses encerrado no 9M17 e (iii) 13% da margem bruta pro-forma para o período de doze meses encerrado no 9M17 (incluindo o Laboratório Dosa, adquirido em novembro de 2017).

As despesas atribuídas diretamente aos produtos da Actelion correspondem a aproximadamente 17% das despesas totais com vendas e marketing do GBT. Além dessas despesas, que deveriam representar economias diretas significativas, o GBT também planeja reduzir suas despesas indiretas para minimizar o impacto do fim da vigência desse contrato.

A menos que esse cenário mude até o dia 28 de maio, a Actelion não será mais parceira da Companhia e seus produtos não farão mais parte do portfólio do GBT. Nesse caso, a linha da Actelion ainda representaria, aproximadamente, entre 5% e 7% da margem bruta de 2018.

A Companhia fornecerá mais informações com relação a essa situação caso haja alguma mudança.

Montevidéu, 13 de março de 2018

BIOTOSCANA INVESTMENTS S.A.
Claudio Coracini
Representante Legal no Brasil

Para acessar a versão em PDF, clique aqui.